Núcleo de Relacionamento com o Cliente – NRC
(11) 3067-2820 ou 4003-1858
08 dez 2016

As inovações do futuro próximo, segundo cofundador da Apple

Steve Wozniak, atual cientista-chefe da Primary, conhecido mundialmente por ter sido cofundador da Apple, esteve no Brasil e adiantou as próximas tendências tecnológicas que devem mudar a sociedade nos próximos anos. Para Woz os carros conectados, em especial, irão provocar grandes mudanças no transporte. Ele sabe do que fala. Afinal, desenvolveu sozinho – com a supervisão de Steve Jobs – o primeiro computador pessoal comercial, o Apple II.

Carros autônomos
Wozniak vê nos carros elétricos que dispensam a intervenção humana, prometidos pelas montadoras para a próxima década, uma nova tendência tecnológica que vai promover mudanças de comportamento na sociedade. Ele ressalta que as pessoas poderão passar 99% do tempo no carro sem precisar intervir na condução graças aos sensores de obstáculos do veículo, cujas informações são interpretadas por um software no computador de bordo do veículo.

Realidade Virtual
Woz diz que acredita no potencial da realidade virtual para promover uma mudança na educação. “A realidade virtual abre o mundo para nós além do que seria considerado normal. Os estudantes em uma escola podem visitar locais nos quais nunca estiveram. Essa tecnologia vai evoluir. Sensores sentirão nossa força e será como se estivéssemos tocando em coisas reais”, afirmou.

Inteligência artificial
Para Wozniak, a inteligência artificial será nossa aliada na hora de conversar com nossos gadgets. Ele acredita que a inteligência artificial tem a ver com comunicação com dispositivos eletrônicos. Em sua opinião, o Google é a empresa que contrata os principais talentos de inteligência artificial no momento. “Eu não gosto de quando falo com aparelhos Android ou com o iPhone e eles entendem as palavras que eu disse, mas não o que eu quis dizer”, destaca.

Machine Learning
Será possível criar um programa para uma máquina, talvez, como um cérebro humano. Para uma criança, o processo de descoberta é longo. A máquina vai fazer isso tudo rapidamente, descobrir o que funciona e o que não funciona.

Realidade aumentada
Popularizada neste ano pelo Pokémon Go, essa tecnologia também é vista como algo que pode ajudar no dia a dia das pessoas. Ela pode oferecer instruções ou reconhecer objetos, segundo Wozniak, ainda sem entrar em mais detalhes.

© 2017 Voitel – Soluções de Comunicação