Núcleo de Relacionamento com o Cliente – NRC
(11) 3067-2820 ou 4003-1858
22 dez 2016

Como liderar equipes remotas e sem afinidade

O papel do líder é fundamental para despertar a colaboração em equipes criadas com profissionais de várias partes do mundo que interagem com comunicação remota. Segundo a publicação Harvard Business Review, quando se trata de um grande grupo, quanto maior a proporção de estranhos, diversidade de conhecimento e experiência, menor é a probabilidade do time compartilhar conhecimento ou ter um comportamento colaborativo.

A questão é especialmente preocupante com o avanço da tecnologia e das soluções de colaboração.  Equipes criadas por profissionais diferentes, com variados graus de experiência, passam a trabalhar como uma unidade. Separamos três dicas que podem ajudar nesse desafio:

1. Estimule as aproximações
Líderes fortes sabem como enfatizar a construção do capital social, incentivando seus funcionários a criarem relacionamentos interpessoais fortes, um hábito essencial para equipes que são formadas de última hora.

2. Peça ajuda ao pessoal de RH
O departamento de RH pode ter um papel importante no treinamento de habilidades relacionadas ao comportamento colaborativo no início. E também pode dar suporte para a criação de uma comunidade informal. As equipes podem se beneficiar ao serem treinadas a praticar hábitos colaborativos, de resolução de conflitos à comunicação produtiva.

3. Divida tarefas
Ter um líder que consegue explicar de maneira decidida e concisa os objetivos da equipe, além de descrever os passos para atingir as metas, é importante em uma equipe de colaboração. Porém, também é importante ter um líder de equipe que, assim que os objetivos sejam identificados, possa focar na criação de relacionamentos e estabelecer estratégias para unir os membros da equipe, combinando seus talentos para atingir esses objetivos da maneira mais inovadora e colaborativa possível.

© 2017 Voitel – Soluções de Comunicação