É comum escutar numa reunião ou mesmo num bate papo do dia-a-dia que os servidores deveriam ser virtualizados e que é possível reduzir custos armazenando dados ou acessando apps diretamente na nuvem. Ainda é comum também não se fazer a " />É comum escutar numa reunião ou mesmo num bate papo do dia-a-dia que os servidores deveriam ser virtualizados e que é possível reduzir custos armazenando dados ou acessando apps diretamente na nuvem. Ainda é comum também não se fazer a "/>
Núcleo de Relacionamento com o Cliente – NRC
(11) 3067-2820 ou 4003-1858
02 mar 2014

Entenda a diferença entre virtualização e computação em nuvem

É comum escutar numa reunião ou mesmo num bate papo do dia-a-dia que os servidores deveriam ser virtualizados e que é possível reduzir custos armazenando dados ou acessando apps diretamente na nuvem. Ainda é comum também não se fazer a mínima ideia do que isso significa, embora esses termos sejam cada vez mais frequente, principalmente no mundo corporativo.

Até mesmo aqueles que conhecem computação ainda se confundem e acham que virtualização é sinônimo de computação na nuvem. É bem verdade que as tecnologias podem ser semelhantes, mas há uma diferença significativa entre elas e como elas podem afetar o seu negócio.

O que é virtualização? Em poucas palavras, a virtualização é feita por um software utilizado para criar infraestruturas virtuais a partir de uma estrutura física. É a tecnologia que respalda a computação na nuvem.

Essencialmente, a virtualização difere da computação na nuvem porque é um software que manipula o hardware, enquanto a computação na nuvem é o resultado dessa manipulação. A virtualização, então, é um elemento fundamental à computação na nuvem. A computação na nuvem é a entrega de recursos, software ou dados de computadores compartilhados. Um serviço sob demanda executado através da internet.

© 2016 Voitel – Soluções de Comunicação