Núcleo de Relacionamento com o Cliente – NRC
(11) 3067-2820 ou 4003-1858
01 out 2015

Mobilidade urbana é o grande desafio brasileiro

A menos de um ano do início das Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro, a maior preocupação dos organizadores é garantir a mobilidade urbana adequada aos atletas, chefes de Estado e participantes. No dia 12 de agosto do próximo ano, por exemplo, haverá um teste de fogo: ocorrerão 70 competições ao mesmo tempo e cerca de 30 mil deslocamentos de pessoas para áreas de treino e jogos.

Mobilidade não tem sido uma área em que o Brasil vem tendo sucesso, apesar das  demandas da população e dos anúncios de investimentos. Dados do jornal Valor Econômico mostram que desde 2012 o governo federal lançou pacote de mais de R$ 32 bilhões em recursos e financiamento para projetos de mobilidade urbana. Depois das manifestações de junho de 2013, mais R$ 50 bilhões foram prometidos para a área.

Projetos bilionários com linhas de metrô, veículos leves sobre trilhos ou linhas rápidas de ônibus beneficiariam sete capitais: Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Porto Alegre e Rio. Mas nunca saíram do papel. Não eram projetos vinculados à Copa de 2014, mas sim ao PAC – Programa da Aceleração do Crescimento da Mobilidade. Em Fortaleza, o projeto foi interrompido no final do ano passado.

Projetos de mobilidade urbana são essenciais para o desenvolvimento, mas custam tempo e dinheiro para ficarem prontos. Num país de dimensões continentais como o Brasil a comunicação eficiente determina o sucesso de uma empresa. Por isso, o Grupo Voitel desenvolve soluções de tecnologia para comunicações unificadas e colaboração para encurtar distâncias, aproximar profissionais e empresas e facilitar a realização de negócios. Desta forma, ajuda reduzir custos e eliminar barreiras de comunicação de maneira mais simples e barata.

© 2017 Voitel – Soluções de Comunicação