Núcleo de Relacionamento com o Cliente – NRC
(11) 3067-2820 ou 4003-1858
29 set 2016

Paulistano perde 45 dias por ano no trânsito

O paulistano passa, por ano, o equivalente a um mês e meio parado no trânsito. O cálculo faz parte do estudo “Pesquisa Sobre Mobilidade Urbana” do Ibope Inteligência para a Rede Nossa São Paulo. O levantamento avaliou quanto tempo o morador da capital precisa para fazer todos os deslocamentos diários: ir e voltar do trabalho, ao hospital, à academia, deixar e buscar os filhos na escola.

O tempo médio aumentou 20 minutos entre 2015 e 2016. Este ano, o paulistano está gastando quase três horas (02h58m) para realizar suas atividades, contra pouco mais de duas horas e meia (2h38m) no ano anterior. Entre os que usam carro diariamente, a média ficou em duas horas, quase o mesmo dos que usam transporte público: 2h12m.

O tempo que o paulistano passa no trânsito para a realização da atividade principal — trabalho ou faculdade, por exemplo — bateu recorde: é o maior desde 2009. Este ano, o gasto diário é de 2h01m, 17 minutos a mais do que em 2015 (1h44m).

Entre quem usa automóvel todos ou quase todos os dias para as mais diversas tarefas, o tempo médio é de 3h06m; entre os usuários do transporte público, 3h11. Para a Rede Nossa São Paulo uma das causas é a crise econômica, que força os profissionais a aceitarem ofertas de trabalho em regiões distantes da moradia.

A Voitel acredita que essas dificuldades estimulam a adoção de soluções de comunicação unificada e colaboração. Ferramentas que integram voz, vídeo, dados, mensagem, conferência, aplicativos, mídias sociais e nuvem, se tornam indispensáveis para facilitar a vida de profissionais em cidades com pouca mobilidade urbana como São Paulo.

© 2016 Voitel – Soluções de Comunicação